domingo, 28 de outubro de 2012

Matar ou Morrer?

- Desculpa, mas tive que matá-lo.
- Como assim, matá-lo?
- É algo complicado de dizer, de explicar ou até mesmo de sentir.
- Por que me deixa tão confusa?
- É melhor a confusão do que a organização. Você sempre tem algo para fazer na bagunça, procurar coisas, encontrar, arrumar, e depois desarrumar. Já em algo organizado, nunca tem nada de novo.
- Que seja. Me fale Tom, quem você matou?
- Por que você se importar mais com o "quem" do que com o "o que"?
- Oras, o "o que" não tem vida!
- Esse é o problema, o "o que" e o "quem" eu matei não se refere a nada.
- Nada?
- Nada.
- Então me preocupei com nada?
- Exatamente, o "o que" e o "quem" eu matei não é nada pra você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário