domingo, 12 de setembro de 2010

1ª melodia

   
   O som da brisa batendo nas folhas das arvores me remete ao passado, me remete aquele teu sorriso ingenuo e enganador que iludia a minha vida toda a manhã ao acordar. Como a brisa que é algo tão puro possa me lembra ao passado? Que faço questão de tentar esquecer...
   As vezes acho que tentando equecer me faz lembrar cada vez mais das lagrimas falsas que escorriam do teu rosto, e me faz lembrar dos meu sorrisos iludidos e enganados. 
   O som mais puro e melódico da brisa me faz lembrar da valsa em que dancei na primeira noite em nos conhecemos. Agora quero apenas ouvir os teus passos se afastando de mim, quero apenas ouvir o passado partir...

Nenhum comentário:

Postar um comentário